Pesquisar
sy smith, 'slide'

Sy Smith Lança Single E Capa Do Sexto Álbum, ‘Until We Meet Again’

Ela é Bacharel em Psicologia e tem especialização em Musicoterapia. Ainda atua, dubla, compõe, tem sua própria gravadora e, para completar, canta. Muito. Não raro, sua voz é comparada à da incrível Minnie Ripperton, que ela cita como uma de suas referências, tendo ao seu lado Deniece Williams, Patrice Rushen, Ella Fitzgerald, Cameo, Chuck Brown, Kashif, Michael Jackson, Jimmy Jam/Terry Lewis, para citar alguns.

Ela é Sy Smith, que dia 26 de Janeiro lançará seu mais novo álbum, com o título Until We Meet Again. A arte da capa lembra muito a própria Minnie em Adventures In Paradise e Stay In Love.

Com sua mudança de Washington para Los Angeles em 1997, as oportunidades demoraram, mas chegaram. Enquanto buscava se firmar como compositora, lançou um single e trabalhou como backing vocal ao lado de Usher , Eric Benet, Me’Shell NdegeOcello, Brandy e Whitney Houston, com quem Sy passou um ano viajando.

No início dos anos 2000, trabalhou com The Brand New Heavies no álbum We Won’t Stop e lançou seu primeiro álbum Psykosoul. “Eu precisava ser quem contaria as histórias que estava escrevendo, ninguém seria capaz de contá-las como eu. Gostei de ser amplificada pela primeira vez na minha vida. Gostei de ser ouvida e vista. E sim… não havia como voltar atrás depois disso.”

De lá para cá, sua busca incessante por uma música que “faça as pessoas chorarem, rirem. Quero que eles fiquem motivados. Eu quero que eles sejam inspirados. Eu quero que eles chorem. Eu quero que eles riam. Quero que eles se lembrem de algo que esqueceram, que se reconectem com um momento que perderam. Quero que as pessoas sorriam. Dança. Eu quero que as pessoas SEJAM” diz Sy Smith para a revista Parlé Magazine.

‘Slide’, é o primeiro single do 6º álbum de estúdio de Sy Smith, Until We Meet Again (produtor executivo Phonte Coleman), não soa como nada que ela já tenha lançado e ao mesmo tempo, apresenta todas as influências que alcançaram a mente e o talento desta artista. As palmas, o baixo, teclados e cordas, as progressões e o arranjo me levam a meados dos anos 90 quando Bugz in The Attic com Kaidi Tatham e tantos outros, estavam liderando o Broken Beat. A voz angelical de Sy desliza perfeitamente sobre todos os acordes e com certeza deixaram felizes os produtores Zo! (The Foreign Exchange) e Tall Black Guy.

O álbum sai pela +FE MUSIC (Nicolay, Phonte – The Foreign Exchange) e tem participação de Sheila E., Chris Botti, e do guitarrista Leo Amuedo.

Sy Smith – Álbuns
  • Psykosoul (2000)
  • The Syberspace Social (2005)
  • Conflict (2008)
  • Fast and Curious (2012)
  • Sometimes A Rose Will Grow in Concrete (2018)
  • Until We Meet Again (2024)

Confira mais notícias aqui.

Pesquisar

Últimas postagens

Jazzmasters 20 Anos: Adi Oasis E Alfa Mist Fazem Parte Das Celebrações

Hope Tala Lança ‘I Can’t Even Cry’ E Emociona Com Sua Voz Única

COWBOY CARTER: Novo Álbum De Beyoncé Tem Participações De Miley Cyrus E Post Malone

Back To Black: Trilha Sonora Oficial Será Lançada Em Maio

Rock In Rio 2024: Confira O Line-Up Atualizado Do “Dia Delas”

NAACP Image Awards: Confira A Lista Completa Dos Vencedores

Compartilhe