Pesquisar
pip millet é destaque essa semana juntamente com a banda gotts street park

Pip Millet, A Nova Queridinha Do Soul Brilha Ao Lado Do Quarteto De Leeds, Gotts Street Park

Eles se estabeleceram no Armley, que faz parte de Leeds a 15 minutos de ônibus a oeste do centro da cidade. Não se vê sinais que as pessoas tenham sido obrigadas a deixar seu lar no processo de gentrificação, natural pelas cidades nos últimos anos. Não parece haver novidades, como novos bares, cafés caros e as marcas famosas da moda, nada foi para lá.

A principal razão para estarem ali? O aluguel é barato e ninguém os incomoda. Em uma espaçosa sala do primeiro e amplo andar há espaço para a bateria vintage, guitarras, vinis, tapetes, gravadores, mics e amplificadores valvulados. Um clássico estúdio com a cara dos anos 60.

O quarteto Gotts Street Park é formado pelo produtor e contrabaixista Josh Crocker, Adam Nicolle na bateria, Joe Harris na guitarra e Tom Henry nos teclados.

Josh e Adam se conheceram estudando música em York. Joe e Tom estavam fazendo algo semelhante. Todos vieram da cena Jazz experimental de Leeds antes de perceberem que sua paixão estava mais no Hip-Hop e no Soul. Sem perceberem, estavam trabalhando e criando juntos, buscando a atmosfera dos antigos clássicos do Soul.

On The Inside, primeiro álbum completo do trio depois de muitos singles lançados desde 2017, é impressionante, com um ritmo calmo, produção brilhante, mantendo um timbre vintage.

Uma das convidadas do quarteto é Pip Millet (guardem esse nome), de 22 anos e que mora em Manchester. A música em destaque no programa Jazzmasters dessa semana é atemporal, aborda a importância do amor próprio, autoestima e o desejo de ser amado e “sair da escuridão”, como afirma a cantora.

Aqui, Pip Millett mostra mais uma vez porque ela possui uma das vozes mais reverenciadas do Soul atual. ‘Got To Be Good’ proporciona uma nostalgia ao estilo da Motown, praticamente gravada em um único take. Como nos bons e velhos tempos.

Confira aqui os destaques das semanas anteriores.

Pesquisar

Últimas postagens

José James Retorna Com 1978. Uma Grande Homenagem Aos Seus Ídolos Dos Anos 70

Narada Michael Walden Se Renova E Apresenta EUPHORIA Cheio De Convidados Estelares

Versátil E Cheio De Groove, Ziggy Funk Invade O Jazzmasters Com Ares De Anos 70

O Genial Omar Fala Sobre O Empoderamento Feminino E Reúne Joss Stone, Morgan Munroe e SANITY

Talentoso E Carismático, D’MAR Apresenta ‘Without U’ No Jazzmasters Dessa Semana

O Virtuosismo Do Jovem E Talentoso Gareth Donkin No Álbum Welcome Home

Compartilhe